domingo, 27 de março de 2011

Sustentabilidade e Humanidade

Depois da importante visita do Presidente Obama, o Brasil foi palco do 2º Fórum Mundial de Sustentabilidade nesse final de semana em Manaus.Políticos, empresários e ecologistas, discutiram um modelo de desenvolvimento sustentável por meio do emprego e da promoção de práticas ecológicas. O desejo maior é demonstrar o valor econômico e ambiental da floresta amazônica e o compromisso de definir práticas ecológicas e sustentáveis.

No dia de abertura do Fórum, o ator Arnold Schwarzenegger, ex-governador da Califórnia, realizou uma conferência intitulada "Políticas públicas a favor da sustentabilidade", acompanhado na mesa, pelo diretor de cinema James Cameron, que no ano passado, explicou na primeira edição do Fórum sua experiência pessoal como cineasta, o filme Avatar foi como um grito à sociedade.

O Brasil apontará caminhos para os principais líderes mundiais. Nossas reservas naturais e o desenvolvimento do País, começam a servir de espelho para o Mundo. Já estamos liderando o mercado de bio-combustível, investimentos em hidroelétricas ,em energia renovável (solar e aeólica ainda são pequenos,mas significativos)o combate à fome,aliando o crescimento econômico com os cuidados com o meio ambiente. 

O  diretor de Sustentabilidade e Regeneração Urbana dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, Dan Epstein, também esteve presente, falando sobre grandes eventos e cidades sustentáveis. O Brasil será o anfitrião da Copa do Mundo em 2014 e dos jogos Olímpicos em 2016 e o Brasil já está investindo nesse sentido.

Aderindo a campanha " A Hora do Planeta" que alerta sobre as consequências do aquecimento global,o hotel onde foi realizado o evento, apagou suas luzes no sábado à noite. A preocupação com o aquecimento global e a não utilização de combustíveis fósseis no futuro, foram um balde de água fria para os projetos do pré-sal.


Todo esse movimento é fundamental para garantir a vida no Planeta e de seus futuros moradores, desde que não fique girando somente em torno de intere$$es financeiros, de grandes empresas americanas e do resto do mundo,que está de olho em nossas riquezas naturais e nos acordos comerciais que podem surgir dessa abertura com o Mundo.

O povo brasileiro ainda não acordou para seus valores e suas riquezas, ainda está aprendendo a ser educado,a ter cultura, a respeitar seu próximo, respeitar o lugar que vive, cuidar do meio ambiente e dos seres viventes. Não vamos cobrar dos políticos e dos líderes das organizações as mudanças que cabe somente a nós realizar. O pequenos exemplos, as pequenas mudanças,podem mudar o mundo.

Sustentabilidade sem humanidade é um paradoxo.

Precisamos em primeiro lugar ser HUMANOS, não permitindo que um ser vivo sofra na Terra, sem que façamos algo para ajudá-lo.Olhe à sua volta e veja se alguém precisa de você. 

2 comentários:

Esperança disse...

Amada irmã Magali,

Essa frase resume tudo!!! "Precisamos em primeiro lugar ser HUMANOS". Precisamos urgentemente respeitar o próximo, que esse próximo não seja nossa imagem refletida em um espelho.
Adorei seu espaço.

um abraço fraterno de luz

Cristiane Marca disse...

OLÁ MAGALI, PARABÉNS PELAS POSTAGENS, SÃO DIVINAS, PROVIDENCIAIS.DEUS TE ABENÇOE.